Segunda-Feira, 30/03/2020
Notícias

Corbélia tem 130 casos de Dengue confirmados

Corbélia | Publicado em 18/03/2020 14:43

O último relatório oficial da Secretaria de Saúde do dia 11/03 aponta 130 casos de dengue confirmados em Corbélia, destes 128 são autóctones e 2 importados.

No total são 815 notificações, destes 72 já foram descartados, 614 estão sob investigação.

Temos 8 notificações de Zika, com 1 caso aguardando resultado contra prova (2ª coleta) e 7 sendo investigados.

Temos 2 casos suspeitos de Chikungunya aind aaguardando resultado.

O boletim da dengue divulgado pela Secretaria da Saúde do Paraná nesta terça-feira (17) confirma 12 novos óbitos provocados pela doença. Agora, são 49 mortes neste período epidemiológico iniciado em agosto de 2019.

CRESCIMENTO - O Paraná tem hoje 65.524 casos confirmados de dengue - 12.872 a mais que na semana anterior, que totalizava 52.652 confirmações. O aumento é de 24,45%. São 157.472 notificações no estado, registradas em 357 municípios.

EPIDEMIA – No Paraná, 147 municípios estão em situação de epidemia, sendo que 23 entraram a partir do boletim divulgado nesta terça-feira. São eles: Santa Izabel do Oeste, Missal, Santa Terezinha de Itaipu, Anahy, Iguatu, Goioerê, Rancho Alegre D’Oeste, Roncador, Esperança Nova, São Jorge do Patrocínio, Astorga, Floresta, Iguaraçu, Itambé, Lobato, Marialva, Cambé, Cornélio Procópio, Nova Fátima, Santo Antonio da Platina, Maripá, Mercedes e Toledo. E há mais 41 municípios estão em situação de alerta.

SINTOMAS

Infecção viral geralmente ocasionada pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Considera-se caso suspeito de dengue todo paciente que apresente febre de início súbito, com duração máxima de 07 dias, acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: cefaléia, dor no fundo dos olhos, dor muscular ou articulações, fraqueza ou exantema (erupção cutânea que ocorre em doença aguda provocada por vírus), podendo apresentar ainda sangramentos, tendo estado nos dias anteriores ao início dos sintomas em área com casos confirmados da doença ou presença do mosquito.

Se você percebeu a presença desses sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima!

Passada a fase febril, com duração média de três (3) a cinco (5) dias, o caso poderá ir para a cura ou passar para a forma grave da doença, apresentando alguns sinais de alerta:

- Dor abdominal intensa (referida ou à palpação);
- Vômitos persistentes;
- Queda da pressão arterial;
- Fígado aumentado;
- Sangramento de mucosas (ouvido, nariz, gengivas, entre outros);
- Sonolência, agitação e confusão mental (principalmente em crianças);
- Aumento progressivo no exame de hematócrito.

TRATAMENTO

O tratamento é a hidratação e medicamentos sintomáticos, deverá ser iniciado tão logo seja suspeito do caso e conforme a classificação clínica realizada por profissional de saúde.

Fonte: PortalCorbelia



Mais Notícias
Cotidiano | 30/03/2020 21:14
Entrevista com Maisa, direto da Inglaterra, com informações sobre a pandemia do Coronavirus
Cotidiano | 30/03/2020 18:23
Relatório casos de Coronavirus - 30/03
Cotidiano | 30/03/2020 17:45
Amop emite nota oficial referente à decisão de reabrir o comércio
Cotidiano | 30/03/2020 12:56
Homem de 66 anos é a primeira morte por Covid-19 em Cascavel
Corbélia | 30/03/2020 11:21
Polícia Militar apreende homem usuário de maconha