Quarta-Feira, 26/02/2020
Notícias

Acusado de matar o jovem Thiago Bruno Fabris vai a juri em Corbélia


O jovem foi morto com golpe de faca em maio de 2017

Cotidiano | Publicado em 20/08/2019 17:32

Já se passaram dois anos e três meses da morte de Thiago e no coração da Márcia a dor só aumenta. 

Thiago Bruno Fabris Sartori morava nesta casa em Ouro Verde do Piquiri, distrito do município de Corbélia. Ele ficou cinco dias internado no Hospital Universitário de Cascavel, mas não resistiu ao ferimento. A família resolveu mudar de casa, mudar de cidade, mas queria mesmo ter o poder de mudar o passado. Voltar ao local do crime é tão difícil quanto superar a perda do jovem de 23 anos. Talvez não mais doloroso que a espera por justiça.

O crime aconteceu na frente da Márcia e da namorada do rapaz. Dione era o amigo mais próximo de Thiago e estava com ele na festa. Ele conta que não teve agressões e da forma com que tudo aconteceu jamais imaginou o desenrolar da história. 

Na próxima sexta-feira o autor da facada, que na época tinha apenas 19 anos, será julgado no Fórum de Corbélia. Ele se entregou à polícia três dias após o crime e permanece preso na Penitenciária Estadual de Cascavel. Os amigos e familiares de Thiago pedem que o caso não fique impune e que o juri popular reconheça a brutalidade do fato. 

A facada desferida pelo autor não cortou somente o tronco encefálico do jovem Thiago, causa morte apontada pelos médicos. Para as pessoas que conviviam com ele todos os dias é como se tivesse tirado o sorriso do rosto, a alegria de viver e o sonho de um menino com muitos planos pela frente. 

 

Fonte: Catve.com


Mais Notícias
Corbélia | 25/02/2020 12:53
Muro de clube não resiste e cai com a força da chuva
Corbélia | 25/02/2020 10:49
Após chuva forte, água invade residências
Cotidiano | 25/02/2020 09:55
Prazo para eleitor regularizar título termina em maio
Cotidiano | 24/02/2020 08:00
Ministério da Saúde quer eliminar sarampo do país até julho
Cotidiano | 23/02/2020 08:00
Entenda: novas regras para recolhimento de lixo eletrônico