Olá Usuário- Cadastre-se - Login
 

Notícias


Município emite nota a respeito do caso de meningite registrado na cidade
Corbélia - 14/08/2018 19:13


O Setor de Vigilância em Saúde e a Divisão de Vigilância Epidemiológica do Município de Corbélia, vem mui respeitosamente por meio deste, prestar esclarecimento no que concerne ao caso de MENINGITE BACTERIANA contraído por uma criança de 8 anos estudante da Escola São José.
• A doença que a criança desenvolveu, apesar de bacteriana, foi uma forma de meningite que não possui potencial de contaminação, ou seja, NÃO TEM COMO SER TRANSMITIDA PARA OUTRAS CRIANÇAS!
Contudo, mesmo sabendo do baixo potencial de contágio oferecido pela bactéria, mas pensando na proteção e zelando pela saúde de todas as crianças que estudam na Escola São José e, na tentativa de diminuir a preocupação dos pais dos outros estudantes, por orientação da Chefe de Gabinete do Prefeito, Lucieli Franseschi e do próprio Prefeito Municipal, Dr Giovani Miguel Wolf Hnatw, foi realizado na tarde deste domingo, 12 de agosto, uma Limpeza, desinfecção e assepsia das superfícies da sala de aula que a criança em questão frequentou, por zeladora especializada nesta rotina, de modo que o ambiente escolar está considerado livre de qualquer contaminação relacionada ao caso.
• Na manhã desta segunda-feira, foi realizada uma reunião em caráter emergencial, nas dependências da Secretaria Municipal de Educação, após convocação feita pelo Gabinete do prefeito, que contou com a presença de todas as diretoras das escolas municipais e estaduais de ensino do município, além das agentes da vigilância Epidemiológica, nas pessoas de Daiane Palharini Frana e Roselei Dala Nora, com a intenção de enfatizar que a situação da criança acometida pela meningite, por mais que tenha sido considerada não contagiosa, é tratada como potencialmente grave, o que deve nos colocar em alerta em relação aos cuidados que devem ser seguidos, visando evitar a disseminação de determinadas doenças, inclusive, a meningite. 
• Foram solicitadas por meio de bilhetes endereçados aos pais das crianças da sala em que a criança acometida pela meningite estuda, que enviem as carteirinhas de vacinas de seus filhos, para que seja realizada uma avaliação da situação vacinal de cada criança, por profissional de saúde habilitado para tal função, visando oferecer maior proteção por meio de imunização.

PORTANTO, ASSEGURAMOS A TODOS OS PAIS, QUE AS CRIANÇAS QUE FREQUENTAREM A ESCOLA, NÃO ESTARÃO EM RISCO DE SEREM CONTAMINADOS PELA BACTÉRIA QUE CAUSOU MENINGITE NO MENOR D.R.G.

Qualquer dúvida pode ser esclarecida através do Telefone 3242.2954.


Fonte: PortalCorbelia

MAIS NOTÍCIAS


Clique Aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp
PortalCorbelia | Todos direitos reservados
Política de Privacidade